PUBLI PREFEITURA DE GOIÂNIA DENGUE
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Domingo. 19/05/2019
Facebook Twitter Instagram

POLÍTICA

RECURSOS

Saúde pública de Goiás terá R$ 150 milhões em investimentos

Convênios já foram assinados

15/04/2019 às 08h00


POR Redação

facebook twitter whatsapp

Ronaldo Caiado tem usado seu prestígio de mais de 30 anos de vida pública para trazer recursos públicos do governo federal para Goiás. A iniciativa foi coroada na última sexta-feira, dia 12,  com o anúncio de repasse de R$ 150 milhões pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para a média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar em Goiânia e no interior. Desse recurso, cerca de R$ 25 milhões serão destinados a 30 municípios goianos.

Os convênios foram assinados no auditório do Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), onde o governador entregou, ao lado do ministro e do secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, 45 leitos de enfermaria pediátrica e dez leitos de UTI pediátrica que servirão de retaguarda para pacientes do Hospital Materno Infantil (HMI).

“Eu vi a situação calamitosa do Materno Infantil no meu primeiro dia de governo, de total colapso, e desde então não parei um só minuto de trabalhar para mudar essa realidade. Agora, em tempo recorde [sete dias após o anúncio] estamos ampliando em 50% o número de leitos no hospital”, anunciou Caiado.

Mandetta elogiou a postura do governador Ronaldo Caiado, que, disse o ministro, desde seus primeiros dias de governo o procurou para relatar a situação da Saúde do Estado. “Com isso, conseguimos liberar os recursos necessários para a compra de equipamentos de alta complexidade que darão total condição para o corpo clínico funcionar”, afirmou.

A cerimônia foi aberta pelo arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz. Compareceram o vice-governador Lincoln Tejota, secretários de governo, parlamentares, prefeitos, representantes da Saúde no Estado e o líder do governo Federal na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo.

Atendimento pediátrico no Hugol

O Hugol receberá pacientes do HMI encaminhados via regulação estadual. Foram apenas 11 dias entre o anúncio dos novos leitos e a inauguração. “Ronaldo Caiado foi eleito para fazer as mudanças que todos nós, goianos, precisamos. Nossa bancada está empenhada em apoiar suas ações”, garantiu a deputada federal Flávia Morais.

Segundo Ismael Alexandrino, o atendimento inicial de pacientes de alta e média complexidade ainda é no Materno Infantil, e o Hugol deve funcionar como uma retaguarda. Para cuidar dos 55 novos leitos, o Hugol contratou 170 funcionários, entre enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas, psicólogos e intensivistas pediátricos. A quantidade total de leitos do Hugol deve passar de 387 para 442.

Ronaldo Caiado agradeceu a Mandetta e aos deputados federais pela sensibilidade em atender o Estado de Goiás. “Agradeço por ter nos dado a possibilidade de adquirir os leitos, a aparelhagem e a possibilidade de contratarmos mais 170 profissionais da área médica para atendimento às crianças”, afirmou o governador.

Em fevereiro, o governador entregou dez incubadoras neonatais e 15 berços aquecidos para fortalecer o tratamento de crianças prematuras no HMI, investimento de R$ 452 mil. A próxima meta do governo é a reestruturação do centro cirúrgico, de modo que seja possível a realização de qualquer procedimento, principalmente de crianças que nascem com lesões cardíacas, entre outros casos.