Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sexta-feira. 04/12/2020
Facebook Twitter Instagram

POLÍTICA

ELEIÇÕES

Maguito assume a dianteira em pesquisa Real Time Big Data/CNN Brasil

Emedebista tem 28% contra 22% de Vanderlan Cardoso (PSD); Adriana Accorsi (PT) segue em terceiro, com 13%

13/11/2020 às 07h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

A pesquisa do Instituto Real Time Big Data, em parceria com a CNN Brasil, divulgado nesta quinta-feira (12), mostra o candidato à prefeitura de Goiânia, Maguito Vilela (MDB) com 28%, em primeiro ligar na corrida eleitoral. Ele é seguido por Vanderlan Cardoso (PSD), 22%; e Adriana Accorsi (PT), 13%.

Eles são seguidos por: Gustavo Gayer (DC), 3%; Elias Vaz (PSB), 3%; Alysson Lima (Solidariedade), 3%; Major Araújo (PSL), 2%; Virmondes Cruvinel (Cidadania), 1%; Talles Barreto (PSDB), 1%; Samuel Almeida (PROS), 1%; Professor Antonio (PCB), 1%; Manu Jacob (PSOL), 1%; Fábio Júnior (UP), 1%; Dra. Cristina (PL), 1%, Cristiano Cunha (PV), 1%; e Vinicius Gomes (PCO), 0%. Nulos e brancos somara 10%, enquanto indecisos marcaram 8%.

Segundo turno e rejeição

Em relação ao segundo turno, Maguito venceria Vanderlan por 41% a 31%. Brancos e nulos seriam 20% e indecisos 8%. Contra Adriana Acoorsi, o emedebista também ganharia por 40% a 29%, enquanto brancos e nulos somariam 22% e indecisos 9%.

No terceiro cenário, em uma disputa entre Vanderlan e Adriana, o pessedista levaria a melhor com 37% contra 32% da petista. Brancos e nulos, neste caso, seriam 21%. Os indecisos, 10%.

Sobre rejeição, segundo o levantamento, Vanderlan é o mais rejeitado, com 19%. Ele está empatado com o emedebista Maguito Vilela, que também marcou 19%.

Eles são seguidos por: Major Araújo (18%); Adriana Accorsi (18%), Talles Barreto e Elias Vaz (ambos com 14%); Virmondes Cruvinel (13%); Samuel Almeida e Professor Antônio (12%); Manu Jacob, Gustavo Gayer, Fábio Júnior, Dra. Cristina e Alysson Lima (todos com 11%); e Vinícius Gomes e Cristiano Cunha (10%).

Metodologia

A pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número de registro GO03759/2020, tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 1.050 eleitores, por telefone, entre os 10 e 11 de novembro. O nível de confiança é de 95%.