Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sexta-feira. 23/10/2020
Facebook Twitter Instagram

ESPORTE

FUTEBOL

Flamengo bate o Fluminense e garante o título do Campeonato Carioca de 2020

Rubro-negro faturou o seu 36° título carioca, o segundo de forma consecutiva, isolando-se na liderança dos maiores vencedores do torneio

16/07/2020 às 11h00


POR Redação

facebook twitter whatsapp

Não deu para o Fluminense. Uma semana depois de ter faturado a Taça Rio em cima do principal rival, o Flamengo deu o troco e conquistou o título do Campeonato Carioca. No Maracanã, o rubro-negro superou os tricolores por 1 a 0, com gol de Vitinho, e confirmou mais um troféu em 2020 - o jogo de ida tinha ficado 1 a 0 para os flamenguistas. Com o resultado, o Fla garantiu seu 36º título estadual, o segundo consecutivo, isolando-se na liderança dos maiores ganhadores do Rio de Janeiro; o segundo é o Flu, com 31 canecos.

O jogo

O Flamengo, sem a presença de Gabigol em razão do mesmo ter sido expulso no duelo de ida, entrou em campo com o desejo de voltar a fazer uma boa atuação, depois de jogos sem muito brilho desde a retomada do estadual. Com o mando de campo, o rubro-negro tentou ditar o ritmo da partida, valorizando a posse de bola e envolvendo os adversários. Aos 12 minutos, Bruno Henrique apostou na própria velocidade e tentou servir Pedro, que não concluiu de maneira precisa. O Fluminense decidiu mostrar que não se entregaria assim tão fácil e respondeu aos 14, em arremate de Evanilson.

Durante o primeiro tempo, sempre que um dos times executava uma chance de perigo, o outro dava o troco. Aos 25, o Tricolor quase marcou com Marcos Paulo. Aos 27, Willian Arão arriscou de longe, oferecendo perigo ao gol de Muriel. Aos 36, o Fla construiu um bom ataque, finalizado de maneira fraca por Léo Pereira. Aos 37, Marcos Paulo cometeu um erro semelhante. Somente na reta final, os mandantes foram mais incisivos do que os visitantes, após tentativas de Arrascaeta e Pedro.

A segunda etapa evidenciou um domínio flamenguista consideravelmente maior. As chances claras não foram muitas, mas a equipe do técnico Jorge Jesus controlou as ações e cozinhou o resultado, o qual dava o título para o clube da Gávea. Na segunda volta do relógio, Gerson cobrou falta com perigo, assustando a equipe das Laranjeiras. Ao longo do tempo, o Flu não demonstrava ter forças para sequer ameaçar o goleiro Diego Alves. Aos 32 minutos, Egídio pegou o rebote e poderia ter dado trabalho, mas a bola acabou desviando e indo para fora.

Tudo indicava que o confronto terminaria zerado, e a reta final gerou um clima de tensão para os dois lados. O árbitro deu seis minutos de acréscimo, para nervosismo dos flamenguistas e esperança dos tricolores. Melhor para o Flamengo. Aos 49 minutos, Vitinho arriscou de fora da área e a bola desviou no meio do caminho, destruindo qualquer chance de reação por parte de Muriel e morrendo no fundo das redes. Houve ainda um princípio de confusão entre Michael e Hudson no fim, mas o placar não foi alterado: 1 a 0 para o rubro-negro e mais um título na conta.

Ficha técnica

Jogo: Flamengo 1x0 Fluminense. Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ. Árbitro: Grazianni Maciel Rocha. Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha.

Flamengo: Diego Alves; Rafinha (Gustavo Henrique), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson (Diego), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Michael); Bruno Henrique e Pedro (Vitinho). Técnico: Jorge Jesus.

Fluminense: Muriel; Gilberto (Michel Araújo), Matheus Ferraz, Nino e Egídio; Hudson, Dodi (Felippe Cardoso) e Yago Felipe; Nenê, Marcos Paulo (Fernando Pacheco) e Evanilson (Ganso). Técnico: Odair Hellmann.

Gol: Vitinho, aos 49’ do 2ºT.