Publi 286806
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sexta-feira. 01/03/2024
Facebook Twitter Instagram
COLUNISTAS

ENTRETENIMENTO

CULTURA

Vila Cultural Cora Coralina recebe mostra indígena

Exposição de 258 peças esculpidas por indígenas de 40 etnias inicia nesta terça-feira (06/02); visitação é gratuita

06/02/2024 às 15h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

A estética, as formas, as cores e as texturas da arte indígena chegam à Grande Sala da Vila Cultural Cora Coralina, em Goiânia, a partir desta terça-feira (06/02). Localizada em Goiânia, a unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) recebe a exposição “Bancos indígenas do Brasil – Grafismos”, que já passou por várias instituições brasileiras e do mundo e é resultado de parceria inédita da Coleção BEĨ com o Governo de Goiás. A abertura oficial será às 18h30, com a presença de artistas e representantes das etnias Asurini, Mehinaku, Tapuia, Tapirapé, Yny- Karajá e Yudjá.

As 258 peças foram esculpidas por artistas de 40 etnias que habitam o Território Indígena do Xingu, a Amazônia brasileira e o estado de Santa Catarina. A mostra também apresenta registros – imagens e vídeos, do premiado fotógrafo Rafael Costa. Feitos em madeira, muitas vezes em formato de animais ou geométricos, decorados com grafismos ou coloridos com pigmentos diversos, eles espelham o universo cultural e a cosmologia das culturas ancestrais brasileiras.

Ao todo, a Coleção BEĨ possui 1.300 peças oriundas de povos de diferentes regiões: Alto e Baixo Xingu, Sul da Amazônia/Centro Oeste, Norte do Pará e Guianas e Noroeste Amazônico. A secretária de Estado da Cultura, Yara Nunes, ressalta que a mostra é gratuita, aberta todos os dias da semana. “Desde o ano passado, todas as unidades que recebem visitação passaram a abrir de segunda a domingo, o dia todo, com inaugurações constantes de novas exposições”, diz.

O período de visitação vai de 07 de fevereiro a 26 de maio. A Vila Cultural Cora Coralina funciona de segunda-feira a domingo, das 9h às 17h. A entrada é gratuita e o espaço é petfriendly, ou seja, animais de estimação são bem-vindos.