PUBLICIDADE PREFEITURA DE GOIÂNIA
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Segunda-feira. 14/10/2019
Facebook Twitter Instagram

NOTÍCI@PURA | Divino Olávio

POLÍTICA

Coluna Noticia Pura - 18 De Junho De 2019

18/06/2019 às 09h02


POR NOTÍCI@PURA | Divino Olávio

facebook twitter whatsapp

Caiado está no limite com demora para liberação de recurso federal

O governador Ronaldo Caiado não anda nem um pouco satisfeito com a “velocidade de tartaruga” do Governo Federal, no encaminhamento de providências para o atendimento da sua reivindicação do socorro financeiro a Goiás. Caiado deixou clara essa sua insatisfação, durante a entrevista concedida ao Clube de Repórteres Políticos, na última sexta-feira, na sede da Rádio Brasil Central, que fez a transmissão ao vivo da coletiva. Na oportunidade, o democrata fez uma retrospectiva de suas idas a Brasília nesses quase seis meses de governo, para reuniões ora com os ministros da Economia, Paulo Guedes e da Casa Civil, Onix Lorenzoni, ora com o presidente Jair Bolsonaro. Ele, contudo, ressalvou a boa vontade do presidente que lhe apoiou na ideia de destinar 30% dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste, para financiar o desenvolvimento regional, por meio dos governos dos Estados da região. Os recursos serão disponibilizados tão logo seja aprovada a Medida Provisória, a ser encaminhada ao Congresso. A 13 dias da marca de completar seis meses de governo, o governador está consciente de quanto o mandato passa rápido. Se considerar que ele terá que se desincompatibilizar no início de abril de 2022, se optar por concorrer a cargo diverso ao de governador, o de Presidente da República, por exemplo, já que é uma das principais alternativas do seu partido para essa missão, restam-lhe apenas dois anos e nove meses de mandado para implantar os seus projetos. E mesmo havendo boa vontade por parte do presidente no envio da Medida Provisória ao Congresso, caso ela ocorra antes do recesso de julho, conseguir a boa vontade dos deputados e senadores para a sua aprovação também costuma não ser fácil. De modo que se levar em conta que o período chuvoso começa normalmente em outubro, é pouco provável que esses recursos sejam disponibilizados para os governos estaduais em tempo hábil para construir obras de pavimentação, por exemplo, nesse ano. E se ficar para 2020, serão no mínimo mais 10 meses daqui a abril do próximo ano, mês a partir do qual as chuvas começam a diminuir e já criar condições para obras dessa natureza.

Nova Assembleia

Paralisadas há vários anos, as obras da nova sede da Assembleia Legislativa foram retomadas a todo vapor na atual gestão, do presidente Lissauer Vieira (PSB). Há quase uma centena de homens trabalhando diariamente no local. Quem passa próximo ao local nas imediações, percebe de longe a movimentação. Na hipótese de vir a se reeleito no final desse mandato, como é sua pretensão, o deputado Lissauer deverá concluir a obra da nova sede da Casa.  

Olhos atentos, Caiado

Segundo informação obtida pela coluna no fim de semana, o núcleo de maior poder de artilharia contra o governo de Ronaldo Caiado não opera em Goiás e, sim, no Bairro do Morumbi (SP). Auxiliado por forças adversárias goianas, naturalmente. Torpedear ações do democrata que visem à vinda de recursos federais para o Estado, seja por meio de autorização do Tesouro Nacional para a contratação de empréstimos, seja dando uma forcinha para estimular a saída de grandes empresas de Goiás para outros Estados, fazem parte do leque de ações estratégicas desse núcleo, para tentar dificultar a vida de Caiado.  

Iris era só alegria

O prefeito Iris Rezende era só alegria durante o tempo em que esteve no Mutirão na região Sudoeste, nesse fim de semana. Idem o governador Ronaldo Caiado, que já anunciou a intenção de trabalhar em parcerias com Iris, para levar obras e benefícios em geral, para a população goianiense. Quem conhece bem o prefeito, sabe que os seus momentos de maior felicidade são quando ele tem a oportunidade de levar atendimento para a população, nos bairros da cidade. Se pudesse, certamente ele preferiria o serviço pesado no sol quente no meio do povo nos bairros, muitas vezes, a despachos no gabinete com ar refrigerado.

Obras

Com obras espalhadas por todas as regiões de Goiânia, como a implantação do BRT no sentido Norte-Sul, Iris Rezende vive seu melhor momento de todos os seus últimos mandatos de prefeito na capital. Com muito dinheiro disponível para investir nesse um ano e meio que restam do seu mandato, que ninguém duvide que Iris esteja com grande aceitação em 2020, para concorrer à reeleição. Essa é a previsão feita hoje no meio político em geral.

Chapa pura

Mais, como já foi divulgado recentemente por essa coluna, na hipótese vir a disputar a reeleição nas eleições do próximo ano, é bem provável que não haja coligação para a composição da chapara majoritária, ou seja, o candidato à vice também poderá ser indicado pelo MDB. E até já se falam nos nomes do atual secretário de Administração, Agenor Mariano, vereador Andrey Azeredo e até no de Maguito Vilela, dependendo do projeto a ser desenhado para a eleição estadual de 2022.  

Ausência

O ex-prefeito de Aparecida, Maguito Vilela, não foi visto nesse Mutirão da região Sudoeste, com o prefeito Iris Rezende.  

 Maiores vitórias

O petista Antônio Gomide, em Anápolis, e o emedebista Humberto Machado, em Jataí, deverão ser eleitos com os maiores percentuais de votos a prefeito das duas cidades em 2020. A previsão é com base na realidade do quadro de hoje, se não sofrer grandes alterações. Gomide concorrerá na sua terceira eleição, em Anápolis, e Humberto, pela 5ª vez, em jataí.  

Áudios vêm aí

Segundo uma fonte que disse ter tido acesso ao conteúdo dos diálogos que vêm sendo divulgados pelo Intercept Brasil, envolvendo o pessoal da Operação Lava Jato, começará em breve a divulgação de áudios com conversas de personalidades da Lava Jato, mas não só da operação. Segundo a fonte, o número desses áudios atualmente já ultrapassa a casa de 280.

Cantar pensando em Nenzão

O refrão do hit “Ah se eu te pego”, do cantor e compositor Michel Teló, que fez sucesso até na Europa, provavelmente passará a se repetir nas cabeças do ex-senador Wilder Morais e do governador Ronaldo Caiado, caso chegue até eles [se ainda não chegou] o áudio de uma entrevista do ex-prefeito de Campinaçu, Welington Fernandes, Nenzão, dada a uma emissora de rádio da cidade. Na entrevista, Nenzão faz revelações no mínimo curiosas, pra não dizer muito estranhas.  

Jornal disponibilizará entrevista

O Diário Central disponibilizará a íntegra do áudio com a entrevista de Nenzão, tão logo obtenha a confirmação de sua autenticidade. 

Cassimiro é lançado

O vice-prefeito de Hidrolândia Cassimiro Neto foi lançado pré-candidato do DEM à Prefeitura da cidade, durante o encontro de partidos da base do governo estadual, realizado nesse último sábado, 15, em Goiânia. O seu objetivo como prefeito, caso seja eleito, será o fortalecimento do município, levando mais qualidade de vida à população, e geração de empregos com apoiando fortemente a economia no município. Cassimiro Neto (foto à direita com deputado Glaustin da Fokus e o governador Ronaldo Caiado), é o presidente do DEM em Hidrolândia.