PUBLI PREFEITURA DE GOIÂNIA CORONA TOPO PREMIUM
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sexta-feira. 29/05/2020
Facebook Twitter Instagram

NOTÍCI@PURA | Divino Olávio

POLÍTICA

Coluna Noticia Pura - 12 De Dezembro De 2019

12/12/2019 às 10h24


POR NOTÍCI@PURA | Divino Olávio

facebook twitter whatsapp

Caiado paga dezembro antes do Natal e eleva otimismo em Goiás

O governador Ronaldo Caiado anunciou ontem a antecipação do pagamento da folha de dezembro dos servidores, antes do Natal. O anúncio foi feito na abertura de uma solenidade no Palácio Pedro Ludovico. “Graças ao esforço e apoio dos servidores, do povo goiano, do nosso secretariado, vamos pagar os salários antes do Natal”, transmitiu Caiado, ao fechar com “chaves de ouro” o 1º ano do seu governo, para o funcionalismo. Situação bem diferente daquela em que ele assumiu em janeiro, com uma dívida de R$ 3,1 bi sendo R$ 1,6 bi para quitar a folha de dezembro de 2018. O anúncio de quitação da folha desse mês antes do Natal, depois das dificuldades enfrentadas nesse primeiro ano de mandato de governador, é a demonstração de que a crise fiscal do Estado foi equacionada, se não no todo pelo menos os principais compromissos de curto prazo, que sufocavam a administração. Caiado voltará do Réveillon de 2019 para começar iniciar o batente em 2020 já com alguma disponibilidade para investir, e boas perspectivas da chegada de mais valores no caixa, no médio prazo. Principalmente com algumas privatizações que podem ser realizadas, embora com exceção dos 49% das ações da Saneago, as demais não oferecem grandes atrativos. E ainda haverá dinheiro também proveniente da redução de gastos com previdência, cujo projeto de reforma será votado em breve na Assembleia Legislativa, bem como o projeto de reforma administrativa, com previsão de votação em breve. O lado positivo dessas boas notícias é o aumento da convicção por parte da sociedade como um todo, de que o governo será realizador. É a demonstração também de que ao contrário das apostas feitas por alguns, de que por falta de experiência administrativa, Caiado pudesse passar todo o mandato perdido em busca da porta de saída da “latada” em entrou ao assumir em janeiro. Intolerante com assuntos de corrupção, Caiado transmite à população clima de confiança de que todo o recurso que entrar no caixa do Estado nesse mandato será bem aplicado.

MP pede bloqueio de R$ 946 mi da JBS

E para completar o rol de boas notícias para o governo de Caiado, nessa quarta-feira 11/12, o Ministério Público protocolou ação com de nulidade do benefício fiscal e o bloqueio de R$ 946 milhões ao Grupo JBS, no apagar das luzes do governo passado. O benefício foi concedido por meio de lei que durou apenas uma semana.

Sem polarização

Segundo uma destacada fonte próxima do prefeito de Catalão, Adib Elias, não existe polarização entre duas correntes tradicionais da política no município. “Só há a [corrente] de Adib Elias e pré-candidaturas esparsas. E esses pré-candidatos deverão disputar a prefeitura entre si, a se confirmarem os bastidores da provável ida de Adib para o primeiro escalão do governo Caiado”, disse. E segundo essa mesma fonte, “enquanto isso, o panorama político catalano continuará vivendo em compasso de espera”. Ainda, segundo a previsão do cidadão, em tom enigmático, o mês de janeiro promete muito, politicamente, pelas bandas de Catalão.

A origem

A nota acima foi a despeito de outra nota publicada na edição de terça-feira, da coluna, enfocando especulação que corre no meio político local, da possível ida do prefeito Adib Elias para a equipe de auxiliares do governador Ronaldo Caiado. E que na hipótese, Adib Elias não disputaria a reeleição. Outro ponto abordado foi a de possível início de “fadiga” na tradicional disputa entre Adib e o tucano Jardel Sebba, que já vem de muitos anos.  

Compartilhamento de informações

O Vice-presidente do Sindifisco Nacional em Goiânia, o auditor-fiscal da Receita Federal Paulo Roberto Ferreira, comemorou o acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiu na última terça-feira (3) que será permitido o compartilhamento de informações entre a Receita Federal e os órgãos de persecução penal. 

 Vitória do Brasil

Para Paulo Roberto, a decisão do STF foi histórica, não somente para os auditores-fiscais. “É uma vitória do Brasil, que está acostumado a ver os retrocessos na guerra contra a corrupção de empresários inescrupulosos e políticos brasileiros”. Ele ressaltou o papel do Sindicato Nacional, que teve importante atuação nesse processo, inclusive denunciando os “retrocessos e violações a diversos tratados firmados internacionalmente”.

Posição confortável

 A posição do deputado Antônio Gomide nas pesquisas para prefeito de Anápolis, na eleição que ocorrerá em 2020, é tão confortável que tem sido comum o surgimento de comentários em rodas de políticos anapolinos, que o candidato A ou B se apresenta com boa chance de êxito na corrida, “desde que Gomide não seja candidato.”  

   Torcida

 Existe a expectativa por parte de alguns concorrentes em Anápolis, de que a candidatura de Antônio Gomide seja barrada pela Justiça Eleitoral, por questões relacionadas a pendências no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), ainda do seu segundo mandato de prefeito. Não se sabe ainda se isso será confirmado.