PUBLI PREF GOIÂNIA CASA BRASIL16161
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Quarta-feira. 01/12/2021
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

POLÍCIA

Polícia Penal registra aumento de apreensões de K4, conhecida como supermaconha

De janeiro a setembro de 2021, foram registradas 48 ocorrências de apreensão de drogas sintéticas semelhante ao K4 nas unidades prisionais de Goiás, totalizando 15.583 selos

15/10/2021 às 07h00


POR Redação

facebook twitter whatsapp

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) vem registrando um aumento significativo de apreensões de uma nova droga sintética, conhecida como K4. Desenvolvida em laboratório, a nova substância é formada por diversos compostos químicos que imitam os efeitos da maconha, mas com ampla variação em sua potência, por isso, é também chamada de “supermaconha”. Além disso, por ser uma substância líquida, a droga é pulverizada em papel e não tem odor, o que torna a identificação e apreensão muito mais difícil.

De janeiro a setembro de 2021, foram registradas 48 ocorrências de apreensão de drogas sintéticas semelhante ao K4 nas unidades prisionais de Goiás, totalizando 15.583 selos. Número muito superior ao registrado no ano anterior, quando somente uma apreensão de 12 papéis foi realizada. Como a K4 ainda não está catalogada no sistema de Registro de Atendimento Integrado Virtual (RAI) do Estado de Goiás, o levantamento foi realizado de acordo com a descrição dos registros, caracterizada pela direção dos presídios.

No final de setembro, servidores que vistoriavam os alimentos e produtos de higiene pessoal que são frequentemente entregues pelos familiares, encontraram a substância camuflada em biscoitos, chinelos, xampu, esponja e até dentro de uma maçã.