PUBLI CÂMARA SENSDOR CANEDO FULL 5265
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Domingo. 25/07/2021
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

GOIÁS

OVG doará 1,7 mil cestas básicas e 135 mil máscaras faciais recebidas em semana solidária

Donativos são destinados a famílias em situação de vulnerabilidade e entidades atendidas pela OVG e pelo Gabinete de Políticas Sociais. Diretoria Geral de Administração Penitenciária, Tribunal Regional do Trabalho e embaixada de Taiwan no Brasil fizeram as doações

19/07/2021 às 16h00


POR Redação

facebook twitter whatsapp

A Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, do Governo de Goiás, reforçará a atuação no Estado com cerca de 1,7 mil cestas básicas e 135 mil máscaras faciais de camada tripla. Os alimentos e equipamentos de proteção individual serão encaminhados a famílias em situação de vulnerabilidade e entidades sociais atendidas pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS).

Os donativos chegaram à OVG e ao GPS entre os dias 13 e 16 de julho, fruto das parcerias sociais firmadas com diversas instituições. As doações das cestas foram realizadas pela Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) e pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Já as máscaras foram encaminhadas pela embaixada de Taiwan no Brasil.

Os alimentos refletirão na vida de famílias em situação de vulnerabilidade social em todos os 246 municípios goianos e se somarão a outras 750 mil cestas já entregues, pelo Governo Estadual, na Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus.

“Eu não me canso de dizer que a fome sempre tem pressa. Uma mãe que vê o filho com fome e não tem o alimento para oferecer àquela criança não consegue deixar essa necessidade para depois. Sabendo dessa realidade que, infelizmente, atinge tantas famílias, o governador Ronaldo Caiado sempre diz que não medirá esforços para ajudar e mudar a realidade dessas pessoas. Com as 1,7 mil cestas doadas pela DGAP e pelo TRT, temos a felicidade em saber que 1,7 mil famílias goianas terão comida na mesa nos próximos dias e nenhuma delas terá fome”, destaca a presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado.

Ainda de acordo com ela, tão importantes quanto garantir a segurança alimentar por meio das cestas básicas são a saúde e o bem-estar de todo o povo goiano. “Nós sabemos que a pandemia ainda não acabou e que nosso trabalho não pode parar. Para muitas famílias que pouco ou nada têm em casa, ter dinheiro suficiente para comprar máscaras chega a ser um luxo. E máscara hoje em dia não é luxo, é necessidade. Por isso tenho também um agradecimento especial a destinar ao embaixador de Taiwan no Brasil, Chang Tsung-Che, que nos doou 135 mil máscaras faciais. Com essa doação, ajudaremos muita gente a se proteger da Covid-19. Essa é uma ação importantíssima e somos imensamente gratos ao povo taiwanês”, pontua Gracinha Caiado.

União e solidariedade

Responsável pelo repasse de quase dez toneladas de alimentos, equivalentes a 800 cestas básicas, a Diretoria Geral de Administração Penitenciária arrecadou os donativos através da Campanha Doe Esperança. Todas as nove coordenações regionais e gerências da DGAP, assim como os grupos especiais da Polícia Penal, empresários e a comunidade em geral, se uniram para contribuir com a ação.

Segundo o diretor-geral de Administração Penitenciária, tenente-coronel Franz Augusto Marlus Rasmussen, este é um momento de união e todos precisam fazer sua parte. “A Polícia Penal está honrada em contribuir com as ações sociais da OVG. O governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama Gracinha Caiado estão trabalhando para ajudar as famílias que contam com o apoio do Estado para se manter, e nós temos o compromisso de dar nossa contribuição”.

Já no Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT), contravenções trabalhistas se transformaram em solidariedade. Fruto de um processo indenizatório originado por ação civil pública da Justiça do Trabalho, outras 900 cestas básicas foram adquiridas com o objetivo de serem doadas a quem mais precisa.

De acordo com o presidente do TRT Goiás, desembargador Daniel Viana, “a OVG é a principal referência em assistência social no Estado, por isso parte do montante de cestas adquiridas por meio de multa trabalhista aplicada pelo Tribunal é direcionada, com grande alegria e confiança, à Organização. Sabemos que todos esses alimentos serão repassados a quem precisa com maestria e matarão a fome da população carente”, comenta.

A união de esforços em prol da solidariedade não se resumiu apenas às cestas básicas. Através da relação diplomática nutrida entre o Governo de Goiás e a embaixada de Taiwan no Brasil, 150 mil máscaras foram destinadas ao Estado. Segundo o embaixador taiwanês, Chang Tsung-Che, serão 135 mil unidades para a OVG, cinco mil para a Assembleia Legislativa, cinco mil para a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e cinco mil para a Secretaria de Educação.

“Taiwan é um país muito caridoso e que se preocupa com os demais. No ano passado, trouxemos 70 mil máscaras, esse ano trazemos mais 150 mil, sendo 135 mil para a OVG e GPS. Essa é uma ajuda que oferecemos a Goiás também em reconhecimento ao trabalho tão bonito que é realizado aqui. As pessoas simples precisam se proteger do coronavírus, essas máscaras são para ajudar nessa proteção. Taiwan está de braços dados com Goiás”, pontua o embaixador.

Campanha

Desde que teve início, em março do ano passado, a Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus já levou mais de 700 mil cestas básicas a todos os 246 municípios de Goiás, além de assentamentos rurais, acampamentos e comunidades quilombolas. Também foram doados 462 mil frascos de álcool 70% e mais de um milhão e meio (1.521.197 unidades) de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como máscaras de tecido ou descartáveis, capotes, aventais, luvas, macacões, protetores faciais, óculos de proteção, propés, toucas e visores de proteção.

Segundo a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, o trabalho não para. Além das doações recebidas ao longo desta semana, a segurança alimentar e nutricional dos goianos em vulnerabilidade social é prioridade para o Governo de Goiás. “O governador Ronaldo Caiado autorizou recentemente a compra de mais 250 mil cestas para a realização de uma 4ª etapa da Campanha. Com isso, até novembro deste ano, o Governo de Goiás terá somado mais de 1 milhão de cestas básicas entregues como ajuda emergencial. Esse é o maior número de donativos adquiridos com recursos próprios por um estado brasileiro, desde que teve início a crise sanitária”.