PUBLI PREF DE GOIÂNIA - TRABALHO E TRABALHO
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sábado. 15/08/2020
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

GOIÁS

"Não foi acidental", conclui perícia sobre morte do menino Danilo, em Goiânia

Quando foi encontrado, o corpo da criança estava com o rosto afundado na lama e com uma orelha faltando

29/07/2020 às 09h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

Após a realização de perícia no corpo do pequeno Danilo de Sousa Silva, de apenas 7 anos, a Polícia Técnico-Científica já concluiu que a morte do menino não foi acidental. Danilo foi encontrado morto em uma região de lamaçal próximo de sua casa, no Parque Santa Rita, em Goiânia, na última segunda-feira (26/7), após passar dias desaparecido.

O corpo de Danilo foi encontrado por cães farejadores do Corpo de Bombeiros em uma região de mata e lamaçal de difícil acesso. De acordo com a corporação, em alguns pontos “a lama bate na cintura”. A criança foi achada de bruços, com o quadril levantado e o rosto afundado na lama. Ele vestia a mesma roupa do dia em que desapareceu: camiseta branca e short jeans. Uma orelha havia sido arrancada.

De acordo com a Polícia Técnico-Científica, apesar de o corpo estar em avançado estado de decomposição quando foi localizado, a mão estava bastante conservada, o que possibilitou o processo de papiloscopia. Os peritos trabalham com a possibilidade de Danilo ter sido morto no mesmo dia em que desapareceu, devido ao grau de putrefação do corpo. Entretanto, a hipótese de morte acidental já foi descartada.

Relembre o caso do desaparecimento de Danilo de Sousa, em Goiânia

Danilo de Sousa Silva desapareceu no dia 21 de julho deste ano. O menino disse à mãe que iria à casa da avó, por volta das 17h e não voltou mais.

A criança costumava atravessar o quintal da tia para ir à casa dos avós. Segundo a família, Danilo e seus irmãos eram criados “soltos”, pois sempre havia a supervisão de um adulto mais velho na rua. “Ele costumava ficar brincando com os primos e também ia sempre empinar pipa no fundo da invasão” próximo de sua casa, explicou uma tia de Danilo a um veículo local.

Na última terça-feira (28/7), o IML confirmou que o corpo encontrado pelo Corpo de Bombeiros no dia anterior era realmente de Danilo.

A Polícia Civil está investigando o caso.