PUBLI PREFEITURA DE GOIÂNIA
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Quinta-feira. 22/08/2019
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

ECONOMIA

Goiás deve colher 22,9 milhões de toneladas de grãos na safra 2018/2019

Valor é 7,5% maior que o registrado na safra anterior (2017/2018), que foi de 21,3 milhões de toneladas

09/08/2019 às 16h00


POR Redação

facebook twitter whatsapp

Segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira, dia 8, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab),   Goiás deve colher 22,9 milhões de toneladas de grãos na safra 2018/2019, número 7,5% superior à safra anterior (2017/2018), quando foi registrado o volume de 21,3 milhões de toneladas. A soja e o milho são responsáveis por 93% da produção atual de grãos, com 49,3% e 43,7%, respectivamente.

No Brasil, o levantamento prevê safra recorde de produção nacional, chegando a 241,3 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 6% ou 13,7 milhões de toneladas se comparado à safra anterior. A área plantada está prevista em 63 milhões de hectares, com um aumento de 2% sobre o mesmo período. O milho segunda safra terá uma produção recorde de 73,1 milhões de toneladas, 35,6% a mais em relação à safra de 2017/18. A colheita foi intensificada e agora estende-se a 84% da área plantada. A soja sofreu uma redução de 3,5% na produção e atingiu 115,1 milhões de toneladas. As regiões Centro-Oeste e Sul representam mais de 78% dessa produção.

Destaque

Segundo o superintendente de Produção Rural e Sustentável da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Donalvam Maia, esse resultado demonstra o incremento feito no Estado em tecnologia voltada para solo, agricultura de precisão, maquinário, conectividade, entre outros, assim como os efeitos climáticos favoráveis. “Quando no ano há condições próprias para cultivo, alongamento do período chuvoso e não se tem estresse hídrico, como em 2019, a possibilidade de as culturas expressarem melhor seus potenciais produtivos é maior”, afirma. De acordo com ele, o exemplo é o milho segunda safra (safrinha). “Esse grande volume na atual safra se deve justamente às chuvas que demoraram para cessar. O milho responde muito à disponibilidade hídrica no início do seu ciclo”, destaca.

Donalvam Maia acrescenta ainda que os dados da Conab são importantes para mostrar a pujança da agropecuária goiana, da capacidade produtiva e da vocação e competência do produtor goiano para continuar a fazer do Estado de Goiás um grande ‘player’ de produção de alimentos para o Brasil e para o mundo.
 
Previsão da produção de grãos do Estado de Goiás – agosto de 2019
Soja – 11,4 milhões de toneladas
Milho – 10,1 milhões de toneladas
Sorgo – 894,6 mil toneladas
Feijão – 301,6 mil toneladas
Algodão - 178,1 mil toneladas
Trigo – 101,3 mil toneladas
Arroz – 112,6 mil toneladas
Girassol – 37,3 mil toneladas

Foto: Bento Viana/Sistema CNA