Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Terça-feira. 19/01/2021
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

GOIÂNIA

Força-tarefa recupera áreas atingidas por chuva forte, em Goiânia

Trabalho teve início no último sábado (9/1) em diversos pontos da cidade. Objetivo é diminuir as consequências das fortes chuvas

11/01/2021 às 16h00


POR Redação

facebook twitter whatsapp

Os trabalhos da força-tarefa para combater os impactos das chuvas do último fim de semana continuam nesta segunda-feira (11/1), em Goiânia. Segundo informações da prefeitura, as prioridades são a limpeza e desobstrução das vias, calçadas, pontes, bocas de lobo, além de remoção de árvores e entulhos, principalmente das áreas de riscos. Além de respostas imediatas, tendo como base a proteção e assistência às pessoas atingidas e a manutenção dos espaços públicos da capital.

Para isso, todo efetivo de servidores e os maquinários das secretarias de Infraestrutura Urbana (Seinfra), Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), Mobilidade (SMT), Desenvolvimento Humano e Social, além da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) e Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), integraram ao trabalho da força operacional para mitigar os danos causados à população neste fim de semana.

Os locais que recebem os serviços nesta segunda-feira são: Vila Redenção, Jardim América, Vila Aurora, Parque Amazônia, Setor Coimbra, Vila Roriz, São José, além da intensificação nas avenidas T-2, T-9, Marginal Cascavel, Marginal Botafogo e Nazareno Roriz.

Segundo a Comurg, das 78 árvores que caíram durante as chuvas, 80% já foram removidas e o restante estão sendo retiradas ao decorrer do dia.

Já Seinfra disponibilizou 34 equipes para atuar no trabalho de recuperação de vias e de áreas com processo erosivo, limpeza de bocas de lobo, desobstrução de pontes e tapa-buracos. “Nossos trabalhos foram iniciados imediatamente e intensificados a partir de hoje, pois estamos fazendo com que a prefeitura esteja presente 24 horas por dia junto ao cidadão para melhorar a qualidade de vida da nossa população”, frisa o secretário Luiz Bittencourt, acrescentando que os 100 pontos críticos de alagamentos levantados pela Defesa Civil estão sendo avaliados e monitorados. “Para isso, já estamos estruturando o Plano Diretor de Drenagem Urbana de Goiânia para buscarmos soluções definitivas para essa questão”, conclui.