Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sábado. 07/12/2019
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

TRÂNSITO

Fim de semana nas rodovias goianas termina com mortes e feridos

Um dos fatores que podem ter contribuído para a grande quantidade acidentes foi a chuva que se abateu sobre o estado

02/12/2019 às 11h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

O fim de semana nas BRs que cortam o estado de Goiás registrou impressionantes 26 acidentes que culminaram em dois mortos e 36 pessoas feridas, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ainda conforme a corporação, mais de 650 notificações foram aplicadas nas rodovias goianas em outras situações que também poderiam acabar em mais acidentes.

De acordo com a PRF, além dos mortos e feridos, o fim de semana registrou fiscalização por parte da polícia de 2.660 veículos, aplicação de 659 multas por infrações diversas onde 31 condutores foram autuados por estarem embriagados ao volante; 32 pelo não uso do cinto de segurança e seis por transportar crianças sem o uso da cadeirinha.

PRF havia alertado sobre risco de acidentes em rodovias goianas devido às chuvas

Um dos fatores que podem ter contribuído para a grande quantidade acidentes foi a chuva que se abateu sobre o estado. Segundo a PRF, o período chuvoso que se iniciou e deve se estender pelos próximos meses requer cuidados redobrados e atenção especial dos motoristas que utilizam as rodovias em Goiás. “Especialmente motociclistas devem conduzir com cautela e responsabilidade, sob o risco de envolver-se em acidentes graves ou mesmo fatais ocasionados por descuido e desatenção”, afirmou a corporação.

A preocupação da PRF enseja orientações aos condutores como forma de alerta e prevenção de acidentes: redução da velocidade sob chuva ou com pista molhada; manutenção do veículo e seus equipamentos obrigatórios, especialmente mantendo o bom estado de conservação dos pneus, sistema de iluminação, de freios e limpadores dos vidros; utilização do cinto de segurança, dispositivo adequado para transporte de crianças e faróis ligados mesmo durante o dia.

Nas motocicletas, segundo a PRF, o uso do capacete é obrigatório, devidamente afivelado e com a viseira abaixada; crianças somente a partir de sete anos de idade podem ser transportadas em motos.

A distância de segurança entre veículos é requisito fundamental para uma viagem mais segura, principalmente nos trechos urbanos, onde a aglomeração de veículos em cruzamentos, entradas e saídas comumente ocasionam colisões traseiras e transversais.