PUBLI PREFEITURA DE GOIÂNIA CORONA TOPO PREMIUM
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Quinta-feira. 09/04/2020
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

GOIÁS

Coronavírus: Goiás terá call center de psicólogos para atender população

A central de atendimento terá como objetivo auxiliar e orientar a população nesse período de quarentena

24/03/2020 às 16h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

Para auxiliar nos cuidados à saúde mental da população em época de quarentena, motivada pela pandemia do novo coronavírus, o governo de Goiás anunciou que lançará, nos próximos dias, uma central de antedimento ao estilo call center formada por psicólogos que estarão à disposição para atender a população. Será, ainda, disponibilizado material gráfico para todas as mídias com técnicas e orientações de como manter a saúde mental em casa.

A novidade foi divulgada pelo governador Ronaldo Caiado em uma live transmitida pelas redes sociais na última segunda-feira (23/3). A central de atendimento será implantada em breve por meio da Superintendência de Saúde Mental da Secretaria de Estado da Saúde (SES), e terá como objetivo auxiliar e orientar a população nesse período de quarentena.

Em um bate-papo, na live, com a psicóloga e superintendente de Saúde Mental da SES, Candice Rezende, Caiado afirmou que o call center servirá para cuidar e orientar as pessoas do que se deve fazer durante o período de quarentena. Já Candice ressaltou que o sistema de atendimento será um meio de comunicação para acolher a população. Segundo ela, será “uma escuta cuidadosa e mais técnica” e, nos próximos dias, será divulgado o número de telefone e também outros meios para entrar em contato com a central.

Informação e combate às fake news contra o coronavírus

Além do atendimento psicológico por telefone, também será disponibilizado material gráfico para todas as mídias com técnicas e orientações de como manter a saúde mental em casa. Segundo Candice, os cuidados com a saúde mental devem ser um protocolo.

Ainda durante a conversa, tanto o governador quanto a psicóloga pontuaram o quanto as notícias falsas têm atrapalhado a população nesse período. Caiado disse que ele mesmo já recebeu centenas de fake news. Inclusive, relatou um áudio de uma colega médica, que acredita ser montagem, em que há a informação falsa de que a rede de saúde do Estado está colapsada.