PUBLI PREFEITURA DE GOIÂNIA CORONA TOPO PREMIUM
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Domingo. 12/07/2020
Facebook Twitter Instagram

CIDADES

GOIÁS

Caiado cria secretaria para amparar afetados economicamente pela pandemia

Secretaria foi criada com o objetivo de atuar no enfrentamento aos "problemas sociais e econômicos diante desse quadro que Goiás e o país vivem"

25/06/2020 às 10h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

Diante do cenário de agravamento da crise social em Goiás causado pela pandemia do novo coronavírus, o governador Ronaldo Caiado (DEM) decidiu criar uma pasta exclusiva para tratar de ações sociais voltadas para os mais afetados nessa época, a Secretaria da Retomada.

Segundo informações divulgadas pela assessoria do governo do Estado, a Secretaria foi criada e formada com setores de diversas outras pastas e tem como objetivo atuar no enfrentamento aos “problemas sociais e econômicos diante desse quadro que Goiás e o país vivem”.

A assessoria do governo esclareceu ainda que não haverá criação de cargos nesta nova Secretaria, apenas remanejamentos de membros de outras já existentes no governo.

O projeto de criação será enviado para a Assembleia Legislativa de Goiás para apreciação dos deputados ainda nesta quarta-feira (24/6).

Além de criação de nova Secretaria, Caiado também anunciou novas vagas para a CNH Social

No início desta semana, governador Ronaldo Caiado anunciou mais 4 mil vagas para o programa CNH Social, para o próximo semestre. O primeiro documento foi entregue ao beneficiário na segunda-feira (22/6), em solenidade realizada no Palácio das Esmeraldas.

Na primeira fase do projeto executado pelo Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), foram beneficiados 2.010 pessoas. O Governo ofertou 670 vagas para cada uma das três áreas cobertas pela CNH Social (estudantil, rural e urbana), sendo que 10% delas são destinadas a pessoas com deficiência.

De acordo com Caiado, no próximos dias será enviado à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) o comunicado de um novo projeto para ofertar, no segundo semestre, mais 4 mil vagas da CNH Social.

“Estamos um patamar acima para transformar a vida das pessoas. A CNH Social é um passaporte para uma nova oportunidade; é um instrumento de trabalho e dignidade para os goianos”, declarou o  presidente do Detran, Marcos Roberta Silva.