Publi queimada
Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Domingo. 14/07/2024
Facebook Twitter Instagram
COLUNISTAS

CIDADES

INVESTIGAÇÃO

Andressa Suita e Gusttavo Lima podem ser investigados por vídeo do filho de 7 anos dirigindo carro

Detran pede que a Polícia Civil apure a conduta dos pais diante do caso

02/07/2024 às 14h00


POR Redação

facebook twitter whatsapp

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) divulgou uma nota de repúdio após a publicação de um vídeo em que o filho de 7 anos do cantor Gusttavo Lima e da modelo Andressa Suita aparece dirigindo um carro, acompanhado pelo irmão mais novo. O presidente do órgão, Delegado Waldir, afirmou ter solicitado à Polícia Civil uma investigação sobre a conduta dos pais.

“Repudiamos quaisquer ações de figuras públicas que possam incentivar comportamentos similares entre a população, gerando grave risco de acidentes nas vias públicas e particulares”, declarou Delegado Waldir.

Procurada para comentar o caso, a assessoria da modelo não foi localizada. A Polícia Civil também não respondeu se já foi aberto algum inquérito.

No vídeo, publicado por Andressa Suita nas redes sociais, Gabriel, de 7 anos, é visto dirigindo dentro de uma propriedade privada, enquanto seu irmão, Samuel, está no banco do passageiro. Durante o “passeio”, Samuel chega a ficar em pé no assento e coloca a cabeça para fora do teto solar. Na legenda, Andressa escreveu de forma descontraída: “7 ou 18 anos?”.

Especialistas em trânsito explicaram que, por se tratar de uma ação realizada em propriedade privada, os órgãos de trânsito não têm poder de atuação e fiscalização. Caso o episódio tivesse ocorrido em via pública, Andressa estaria infringindo pelo menos três artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

-Uso obrigatório de cadeirinhas para crianças com até 10 anos de idade: infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e sete pontos na carteira de motorista.

-Entregar a direção do veículo a pessoa sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou permissão para dirigir: infração gravíssima, com multa que pode chegar a até três vezes o valor previsto e possibilidade de retenção da carteira.

-Permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada ou que não esteja em condições de conduzi-lo com segurança: multa e detenção de seis meses a um ano.

A repercussão do vídeo gerou debates sobre a responsabilidade de figuras públicas em relação ao comportamento seguro no trânsito, mesmo em ambientes privados.