Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sexta-feira. 04/12/2020
Facebook Twitter Instagram

BRASIL

VACINA

“Pela sua origem” vacina chinesa contra Covid-19 é insegura, afirma Bolsonaro

Em cerimônia em Brasília, presidente voltou a criticar a parceria de compra do medicamento de laboratório chinês, que já possui certificação da Anvisa

22/10/2020 às 17h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

A produção e possível aquisição das vacinas do laboratório chinês em parceria com o Instituto Butantan recebeu novas críticas do presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (22), durante cerimônia em Brasília.

Segundo Bolsonaro, a vacina não transmite segurança “pela sua origem" e, por isso, não tem credibilidade. Anteriormente, o presidente já havia afirmado que não compraria o medicamento do país asiático.

A vacina produzida é chamada de CoronaVac e está em teste no Brasil em acordo de produção e transferência de tecnologia entre a Sinovac e o Instituto Butantan, pertencente ao Estado de São Paulo. E, por até então, é um dos principais produtores das vacinas usadas no Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Pela parceria, é prevista a aquisição inicial do princípio ativo do imunizante, assim que ela for aprovada pela Anvisa. Já para a produção de doses no Brasil, poderão ser feitas após a transferência de tecnologia, com produção integral no país.

Outros medicamentos

O mesmo laboratório chinês, Sinovac, à frente da produção de possíveis vacinas contra a Covid-19 já recebeu, em julho deste ano, duas certificações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esses atestam as Boas Práticas de Fabricação de Medicamentos. O levantamento dos dados foi feito pelo portal de notícias Metrópoles.

Além disso, o Brasil possui um volume imenso de importações de produtos farmacêuticos da China. Para se ter ideia, apenas neste ano, segundo dados do Ministério da Economia também conferidos pelo Metrópoles, mostram movimentação de mais de R$ 1 bilhão em movimentação entre empresas públicas e privadas com companhias chinesas no segmento de saúde.