Logomarca
Nublado
º
min º max º
CapaJornal
Versão Impressa Leia Agora
Sexta-feira. 04/12/2020
Facebook Twitter Instagram

BRASIL

COVID-19

Brasil registra média móvel de 483 mortes por dia devido a covid-19

Estado que tem os maiores números absolutos da covid-19 no País, São Paulo registrou 1.063.602 casos e 38.020 óbitos neste domingo

19/10/2020 às 12h30


POR Redação

facebook twitter whatsapp

O Brasil contabilizou média móvel diária de 483 óbitos pela covid-19 neste domingo, 18. A média móvel registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana. Os estados de Goiás, Minas Gerais e Rondônia não enviaram atualização dos dados. Em nota, o governo de Rondônia informou que uma instabilidade no sistema e-SUS impediu a extração dos dados.

Desde às 20h do dia anterior, o País teve 8.874 novos casos e 195 novos óbitos. No total são 5.232.541 pessoas infectadas e 153.885 mortas em decorrência do novo coronavírus desde o início da pandemia. Os dados são do consórcio dos veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, e feito em parceria com as secretarias estaduais de saúde. Já o balanço do Ministério da Saúde mostra que 4.650.030 estão recuperados da doença e outros 431.409 seguem em acompanhamento.

Estado que tem os maiores números absolutos da covid-19 no País, São Paulo registrou 1.063.602 casos e 38.020 óbitos neste domingo. Nas últimas 24 horas foram contabilizados 968 novos casos confirmados e 28 mortes. De acordo com o balanço divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, 947.608 pessoas se recuperaram da doença, sendo que 116.487 foram internadas e tiveram alta hospitalar. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 40,5% na Grande São Paulo e 41% no Estado.

O Brasil é o terceiro país mais afetado pela pandemia em número de contaminados, conforme contagem da Universidade Johns Hopkins. Está atrás apenas de Estados Unidos e Índia, que ocupam a primeira e segunda posição, respectivamente. No entanto, em relação ao total de óbitos, o País se mantém na vice-liderança.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

De acordo com o Ministério da Saúde, 10.982 novos casos de covid-19 e 230 óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, o que eleva o total para 5.235.344 pessoas infectadas e 153.905 que perderam a vida por conta da doença. A pasta informou neste domingo que houve um problema na atualização dos dados do sistema e-SUS notifica nos estados Rondônia, Pernambuco, Paraíba e Goiás. “O Datasus está trabalhando para resolver o problema. Os dados estão preservados, e serão atualizados no boletim amanhã”, explicou.

Os números do Ministério da Saúde diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.